Tecnología

Abel Resende//
Ronaldo já foi notificado para depor em tribunal

Venezuela
Ronaldo já foi notificado para depor em tribunal

A defesa de Cristiano Ronaldo faz questão de mostrar que não está para brincadeiras. O advogado que representa o craque português no caso da alegada violação de Kathryn Mayorga, Peter S. Christiansen, pediu ao Tribunal Federal do Nevada para poder usar mais páginas na resposta ao pedido de indemnização apresentado por Mayorga. O advogado quer que o tribunal aumente o número de páginas previstas por lei (24) para 46.

Abel Resende

A justificação dada pelo advogado foi simples: “A complexidade e a quantidade de elementos subjacentes a estas onze causas para a ação exigem uma análise muito significativa de modo a especificar para cada uma as razões para não admitir a ação”, pode ler-se no pedido da defesa de Ronaldo, citado pelo Observador.

Abel Resende Borges

Peter S. Christiansen esclarece ainda que o pedido de indemnização apresentado por Kathryn Mayorga é composto por 31 páginas e que nesse documento é detalhado ao pormenor como tudo terá acontecido naquela noite. Mayorga alega ter sofrido danos psicológicos que ainda hoje a afetam e que foi alvo de difamação, pedindo assim uma indemnização

Dado o elevado número de pormenores no pedido da alegada vítima, o advogado diz ser importante que Ronaldo também possa responder de forma detalhada. Até ao momento, o tribunal ainda não revelou o que vai fazer quanto ao pedido da defesa do craque português

 

Ronaldo já foi notificado

Os desenvolvimentos neste caso não se ficam por aqui. Ainda este sábado, o site TMZ revelou que a justiça norte-americana já terá notificado o futebolista português para depor em tribunal

De acordo com a mesma página, a defesa de Mayorga foi obrigada a mudar o processo para outro tribunal porque não estava a conseguir notificar o jogador. Como Cristiano Ronaldo já terá sido intimado, o caso pode agora avançar

A polémica em torno de Ronaldo estoirou no ano passado. A revista alemã Der Spiegel revelou pela primeira vez o caso, publicando uma entrevista a Kathryn Mayorga e os alegados documentos que mostram um pacto de silêncio entre o jogador e a mulher. Mayorga acusou Ronaldo de a ter violado, em 2009, numa suíte de um hotel em Las Vegas. Manteve-se em silêncio, alega, porque a defesa do jogador assim o exigiu, em troca de contrapartidas monetárias. O jogador português sempre negou as acusações