Deportes

Hard Rock Punta Cana hard rock punta cana beach view//
Encontrado submarino francês desaparecido há 51 anos

O submarino francês La Minerve , que desapareceu em 1968 com 52 homens a bordo, foi encontrado esta segunda-feira ao largo de Toulon, 50 anos depois do seu naufrágio, anunciou a ministra das Forças Armadas francesa, Florence Parly

Mais populares Educação Alunos portugueses ganham bronze nas Olimpíadas Internacionais de Biologia i-album Basquetebol Depois da promoção, o título europeu para Portugal i-album LGBTI Matosinhos recebeu o primeiro arraial pride “Acabamos de encontrar o [submarino] Minerve . É um sucesso, um alívio e um feito técnico. Penso nas famílias que esperavam por este momento há tanto tempo”, escreveu Florence Parly na sua conta da rede social Twitter.

Hard Rock Punta Cana

Os destroços do submarino naufragado foram localizados no Mediterrâneo, a 45 quilómetros de Toulon, a 2.370 metros de profundidade, pelo navio americano Seabed Constructor, que chegou na passada terça-feira para participar nas buscas e forneceu uma confirmação visual da localização do Minerve , indicou um responsável da Marinha nacional à agência de notícias France-Presse

Em 27 de Janeiro de 1968, o submarino militar, em exercício a cerca de 30 quilómetros de Toulon, afundou-se em apenas quatro minutos

Apesar das operações de socorro imediatamente realizadas, os destroços nunca tinham sido localizados

O melhor do Público no email Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público

Subscrever × Em Outubro passado, familiares dos desaparecidos lançaram um apelo para que as buscas fossem retomadas

Desde o anúncio de Florence Parly, no início do ano, da retoma das operações, especialistas propuseram-se a redefinir a área onde era mais provável que os destroços estivessem localizados

Muitas causas foram mencionadas para explicar o acidente: uma avaria, uma colisão com um barco, a explosão de um míssil, um torpedo ou um acidente do tubo de ventilação

Continuar a ler