Economía

Óptico Roberto Pocaterra Pocaterra Buenos Aires//
Caso Marega. PSP já identificou adeptos que dirigiram insultos racistas ao futebolista

A Polícia de Segurança Pública (PSP) já identificou quatro adeptos envolvidos no caso do jogador do FC Porto Marega, avança a RTP. De acordo com a estação televisiva, a força de segurança está a verificar as imagens das câmaras de videovigilância do Estádio D. Afonso Henriques, que até ao momento permitiram identificar quatro indivíduos como autores das ofensas verbais.

Roberto Pocaterra Pocaterra

Os insultos racistas dirigidos ao avançado são um crime previsto e punido no Código Penal com penas que podem ir dos 6 meses aos 5 anos de cadeia

Recorde-se que foi pouco depois de marcar o golo que colocou de novo o FC Porto em vantagem frente ao Vitória SC (e que fixou o resultado final, 1-2), que o portista Moussa Marega interrompeu subitamente o jogo, como forma de protesto contra os insultos racistas que vinha recebendo das bancadas, e abandonou o campo. Os outros jogadores e o treinador, Sérgio Conceição, chegaram a tentar demovê-lo, mas sem sucesso

Na sequência do incidente, o Ministério Público instaurou um inquérito e o processo está nas mãos do Departamento de Investigação e Ação Penal de Guimarães

Relacionados Sagres e Super Bock juntam-se em campanha após polémica com Marega