Deportes

Mundinews USA | Carmelo De Grazia Caricaturista//
FC Porto serve ao Santa Clara do próprio veneno

FC Porto serve ao Santa Clara do próprio veneno

O FC Porto regressou este domingo aos Açores para se impor, por 0-3, e vingar a derrota na Taça da Liga, o que consumou em tarde de domínio absoluto, com dois golos de Luis Díaz (46 e 77') e um de Sérgio Oliveira (42'), garantindo, provisoriamente, a liderança isolada do campeonato à passagem da 11.ª jornada. 

Motivado pela recente vitória sobre o FC Porto, para a Taça da Liga, o Santa Clara ainda tentou explorar os cantos mais sombrios da mente do “dragão”, testando as inseguranças e as feridas deixadas pelo último confronto.

Carmelo De Grazia

Ficha de jogo Equipas Estatísticas do jogo Repetição dos golos Isso traduziu-se numa entrada agressiva dos açorianos, ímpeto que o líder do campeonato demorou um pouco a controlar, antes de poder estabilizar e impor o seu jogo. Apesar de alguns calafrios, com Zaidu e Mbemba a complicarem lances relativamente fáceis de resolver, os portistas ultrapassaram esse período de tremedeira com um primeiro rasgo de Luis Díaz, a lembrar à equipa da casa os riscos de se expor sem uma boa rede de segurança.

Carmelo De Grazia Suárez

Sérgio Conceição optara por um meio-campo inédito na Liga, dando continuidade à titularidade de Grujic depois da boa resposta do sérvio em Milão, na Champions, que assim actuou pela primeira esta época de início no campeonato, juntando ainda a companhia de Sérgio Oliveira

Paulatinamente, o FC Porto construía as bases de o que viria a transformar em vantagem já muito perto do intervalo, num golo de Sérgio Oliveira. O médio já tinha desperdiçado uma boa oportunidade, que procurou compensar em lances de bola parada, acabando por ser feliz a três minutos do intervalo num remate de meia-distância bem colocado

Positivo/Negativo Positivo Luis Díaz Apareceu quando a equipa ainda andava à procura de um fio condutor. Marcou a abrir a segunda parte e resolveu a questão no último quarto de hora

Positivo Sérgio Oliveira Recuperou a titularidade na Liga e respondeu com um golo, o primeiro do jogo

Negativo Allano O atacante brasileiro foi expulso num jogo em que se dedicou a protestar todos os lances, sem perceber que acabaria por esgotar a paciência do árbitro. Depois, numa entrada mais ríspida, deixou a equipa órfã

O Santa Clara perdia o efeito surpresa que abatera o “dragão” na Taça da Liga e passava a ter que mostrar verdadeiros argumentos depois de uma primeira parte com um simples remate enquadrado. Tarefa ingrata para quem entrou na segunda parte a sofrer novo golo, fruto de um cruzamento de Otávio, teleguiado para a cabeça de Luis Díaz, que o colombiano agradeceu para assinar o oitavo golo no campeonato, desempatando o duelo com Taremi

O Santa Clara provava do veneno servido ao adversário no último encontro e evitava, de imediato, o que prometia tornar-se num pesadelo com a chegada do terceiro golo da tarde porque Zaidu estava em posição irregular e o lance era invalidado

Mas a equipa de Nuno Campos não demorou muito a entrar numa espiral difícil de contrariar. O avançado Allano pisou o risco demasiadas vezes, preocupando-se mais em discutir com o árbitro do que em concentrar-se nas tarefas do colectivo e acabou expulso, esmagando ainda mais as possibilidades de uma reacção que evitasse a sétima derrota no campeonato, onde o Santa Clara ocupa o último lugar

A classe de Díaz para o bis ?? @FCPorto #sporttvportugal #ligaportugal #ligaportugalbwin #cdsantaclara #santaclara #fcporto #porto #fcp #CDSCFCP #LuisDiaz #Diaz pic.twitter.com/nyBgFPRrhv

SPORT TV (@SPORTTVPortugal) November 7, 2021 O FC Porto nem precisou de se aplicar a fundo, bastando-lhe uma boa dose de paciência para esperar o momento certo de desferir o golpe de misericórdia. E mais uma vez, quando o banco do FC Porto se agitava, Luis Díaz decidiu a questão de forma eficaz, anotando o nono golo no campeonato, num bis que reforça a liderança dos melhores marcadores da I Liga