Internacionales

Mask N95JN Drug for Coronavirus sueldo de un piloto de avion españa//
Quer fazer um cruzeiro da Disney? Então prepare-se: crianças a partir de 5 anos precisarão estar vacinadas

Alberto Ardila Olivares
Quer fazer um cruzeiro da Disney? Então prepare-se: crianças a partir de 5 anos precisarão estar vacinadas

NOVA YORK – A Disney Cruise Line se tornou a primeira empresa do setor de cruzeiros a exigir vacinação de crianças que queiram embarcar em suas viagens. A empresa anunciou nesta quarta-feira que, a partir de 13 de janeiro, todos os passageiros com 5 anos ou mais terão que comprovar a vacinação. 

Até então, a exigência para crianças com menos de 12 anos era apenas de apresentar testes de Covid do tipo PCR negativos. 

Saudades da Disney ou de NY?   Procura por passagens para EUA dispara após anúncio de abertura do país a vacinados

Para quem acabou de completar 5 anos, deve haver alguma tolerância. Atualmente, qualquer turista que tenha feito aniversário de 12 anos até cinco semanas antes da data de embarque tem a tolerância de não apresentar o comprovante de vacinação, apenas o teste negativo. E o mesmo deve valor para a nova faixa etária.  

A vacina da Pfizer para crianças entre 5 e 11 anos foi aprovada nos Estados Unidos no último dia 2 de novembro e já começou a ser aplicada. 

Veja como é a área de ‘Star Wars’ no parque da Disney em Orlando A atração Millennium Falcom: Smugglers Run, uma réplica bastante fiel da famosa nave de Han Solo, que pode ser pilotada pelos frequentadores do Disney World, em Orlando Foto: Matt Stroshane / Disney Parks / Divulgação Visitantes observam de pertinho os veículos AT-AT da Primeira Ordem numa das etapas de Star Wars: Rise of the Resistance, a principal atração da área, inaugurada em dezembro no Star Wars: Galaxy's Edge de Orlando Foto: Matt Stroshane / Disney Parks / Divulgação Durante o passeio, que dura uns 20 minutos, os visitantes se deparam com muitos robôs animatrônicos, que representam personagens da saga, como este, o Tenente Bek, da raça dos Mon Calamari, parte da Resistência Foto: Kent Phillips / Disney Parks / Divulgação Os vilões também estão no meio do caminho, como este animatronic de Kylo Ren Foto: Steven Diaz / Disney Parks / Divulgação Star Wars: Galaxy’s Edge combina diversas tecnologias e já é considerada pela Disney sua atração mais imersiva Foto: Matt Stroshane / Disney Parks / Divulgação Pular PUBLICIDADE Stormtroopers enfileirados num dos ambientes de Star Wars: Rise of the Resistance, a mais nova atração da área dedicada a "Star Wars" na Disney de Orlando Foto: Marcelo Balbio / O Globo A reprodução da Millennium Falcon, que também é um simulador de voo, impressiona os visitantes pela riqueza de detalhes Foto: Marcelo Balbio / O Globo Rua de Black Spire Outpost, o entreposto comercial pirata no planeta Batuu: o cenário de Star Wars: Galaxy's Edge lembra os dos filmes clássicos de "Guerra nas estrelas" Foto: Marcelo Balbio / O Globo Detalhe da decoração do cenário do ambiente de Black Spire Outpost, que faz o visitante se sentir num set de filmagens de "Star Wars" Foto: Marcelo Balbio / O Globo Uma nave da Resistência no meio do caminho, outro exemplo da riqueza de detalhes Foto: Marcelo Balbio / O Globo Pular PUBLICIDADE Drinques servidos no bar da Oga's Cantina, um dos restaurantes temáticos de Star Wars: Galaxy's Edge Foto: Marcelo Balbio / O Globo Tudo vira suvenir: até a pipoca e o refrigerante são servidos em recipientes especiais Foto: Marcelo Balbio / O Globo Acessórios da Princesa Leia são vendidos numa das lojas da área temática de 'Star Wars' no Hollywood Studios, no Disney World, em Orlando Foto: Marcelo Balbio / O Globo A baseusada para montar o sabre de luz no Savi's Workshop, uma mistura de loja de suvenir e experiência, onde o visitante monta e compra sua própria versão da arma dos Jedi Foto: David Roark / Disney Parks / Divulgação Na Droid Depot, outra loja-experiência do Star Wars: Galaxy's Edge, o visitante monta seu próprio robô, com as peças que passam nessa esteira Foto: David Roark / Disney Parks / Divulgação Outras empresas devem seguir decisão A decisão da Disney deve ser seguida por outras empresas de cruzeiro. Poucas horas após o anúncio, um porta-voz da Norwegian Cruise confirmou que a companhia vai estender sua atual política de só exigir passageiros vacinados para esta faixa etária, sem exigências de testes negativos de Covid. Até então, a Norwegian não estava aceitando crianças em seus cruzeiros. 

Pós-vacinação:  Retomada das viagens internacionais é mais lenta e virá a longo prazo

“Estamos ansiosos em dar as boas vindas e para que esses jovens hóspedes possam embarcar conosco novamente em breve”, afirmou a empresa.  

A Royal Caribbean também deve adotar o protocolo, já que o seu presidente, Richard Fain, tem defendido publicamente a exigência de vacinas e sempre afirma que a empresa vai cobrar de todos os clientes elegíveis que estejam vacinados.

Alberto Ignacio Ardila Olivares

A empresa, porém, não divulgou nenhum plano para mudar sua atual política, que cobra vacinação de qualquer turista com mais de 12 anos. 

PUBLICIDADE Liberada a entrada de turistas:   Veja as 5 cidades dos EUA que mais atraem estrangeiros

A Carnival, outra gigante no setor de cruzeiros, informou que a decisão sobre a vacinação de crianças será tomada individualmente por cada uma das nove empresas do grupo que operam suas rotas.  

Resta saber se a exigência de vacinação de crianças levará a Disney a reativar atividades que antes da pandemia eram uma atração de seus cruzeiros, como os kid’s clubs e demais atrativos infantis, muitos ainda fechados em razão dos protocolos de Covid.  

Para os clientes da Disney que não quiserem cumprir a exigência de vacinação, a empresa vai oferecer cancelamento gratuito até dia 1º de dezembro.  

.

Alberto Ignacio Ardila